Sempre Coca-Cola!

Data de Publicação: 19 / ago / 2015

Categoria: Polêmica

Tags: , ,

Compartilhar:

Coca-Cola

O jornal norte-americano New York Times questiona a isenção das pesquisas desenvolvidas pela Global Energy Balance Network, uma instituição não-governamental que vem publicando estudos sobre a (não) relação entre bebidas açucaradas e o ganho de peso.”O foco da mídia e das publicações científicas é que estamos comento muito, culpando o fast food e as bebidas adoçadas. E realmente não há evidências de que isso seja a causa”, disse o vice-presidente da GEBN, Steve Blair. O motivo da desconfiança: a instituição é patrocinada pela Coca-Cola, que tenta reverter a queda nas vendas de bebidas adoçadas e a imposição de restrições a esse poderoso segmento. Quer saber mais sobre as denúncias que colocam à prova a gigante dos refrigerantes? Leia matéria do Brasil Post e do New York Times sobre o tema.

Comentar

Os vilões da alimentação

Data de Publicação: 17 / ago / 2015

Categoria: Alerta

Tags: , ,

Compartilhar:

HamburgerMilkshake

Sal, açúcar e gordura. O trio irresistível nos estimula a comer, comer e comer – mesmo quando não estamos com fome. O premiado jornalista Michael Moss desvenda como a indústria alimentícia criou esses vícios tão difíceis de dispensar no livro Sal Açúcar Gordura, já disponível no Brasil. A obra e uma entrevista com o jornalista foram tema de reportagem especial no Programa Saia Justa, da GNT, da semana passada. Assista e confira o que está por trás dos alimentos que fomos levados a consumir diariamente.

Comentar

A moda das dietas sem gordura ou carboidrato, qual a mais eficaz?

Data de Publicação: 14 / ago / 2015

Categoria: Alimentação

Tags: , , ,

Compartilhar:

dieta carboidrato ou gordura

Apesar da popularidade das dietas que restringem itens da alimentação, a dúvida que segue é: cortar a gordura ou o carboidrato? Segundo um estudo divulgado pela revista Cell Metabolism, as dietas com pouca gordura levaram a maiores perdas totais de gordura corporal.

A conclusão é que a perda de gordura corporal com a dieta restrita em gordura foi maior em comparação à dieta com restrição de carboidrato. Mas devemos sempre lembrar que não é seguindo qualquer dieta que você terá milagres. Não abuse. Siga dietas saudáveis e faça exercícios físicos regularmente.

Leia mais aqui. Acesse o vídeo e saiba mais dicas.

Comentar

I’m “hangry”

Data de Publicação: 23 / jul / 2015

Categoria: Alimentação

Tags: , ,

Compartilhar:

hangry

Você é daqueles que fica muito bravo quando está com fome? Bem vindo ao clube. Sempre incompreendidos, agora os famintos vorazes têm uma explicação científica para o mal que lhes aflige. Ou melhor: duas. E a justificativa está no artigo de Amanda Salis, pesquisadora do Instituto de Obesidade, Nutrição, Exercícios e Distúrbios da Alimentação da Universidade de Sidney. “Conforme passa o tempo após sua última refeição, a quantidade de nutrientes na corrente sanguínea começa a cair. Com a queda dos níveis de glicose, você pode achar difícil se concentrar, pode cometer erros bobos e até não se comportar dentro das normas socialmente aceitar e chegar a gritar com pessoas de quem você mais gosta”, exemplifica a pesquisadora. Se você se espelhou nos sintomas, então atenção ao outro motivo, que comprova porque você, sua mãe e boa parte de sua família também são assim. Há uma causa que pode ser hereditária.  A fome e a raiva são controlados por genes comuns, que produzem o neuropeptídeo Y, uma substância química que é liberada no cérebro quando você está com fome e estimula comportamentos alimentares vorazes. Além de controlar a fome, esse neuropeptídeo também é responsável pela raiva ou agressão. Logo, pessoas com altos níveis desse neuropeptídeo tendem a apresentar altos níveis de agressão ou impulso quando sentem fome. Bingo! A culpa é da genética.

Por Tatiana Csordas

Comentar

23 tons de trans

Data de Publicação: 25 / jun / 2015

Categoria: Alerta

Tags: , ,

Compartilhar:

gordura-trans

Esse não é um post sobre questões de gênero, mas sobre alimentação. A vilã gordura trans vai ser abolida dos EUA até 2018. Mas você sabia que por aqui ela utiliza disfarces? Um estudo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) analisou rótulos de mais de 2.300 produtos e descobriu 23 formas diferentes de identificar a substância. Gordura vegetal e gordura vegetal hidrogenada são as mais comuns. Mas há muitos outros nomes que podem esconder a temida trans. Fique de olho no rótulo e descubra a lista neste artigo veiculado na Folha de São Paulo.

Por Tatiana Csordas

Comentar

Café para todos – até para quem não gosta

Data de Publicação: 14 / abr / 2015

Categoria: Suplementos

Tags: , ,

Compartilhar:

CAFEÍNA HIGH

Café é quase uma unanimidade nacional – quase. Neste dia mundial do café, eu confesso: não sou chegada nesse ouro negro. Reconheço que até aderi ao capuccino recentemente, mas café, café puro, nem pensar. E como faço quando preciso de uma dose extra de energia? Chás, chocolates e energéticos também ajudam, mas recorri ao comprimido de Cafeína Stem e não me arrependi. Resultado: aquela disposição que faltava, um pique extra para fazer atividades físicas e até mentais, e mais resistência física. Quer tal saber mais sobre os benefícios da cafeína e aderir a esse energético natural?

Por Tatiana Csordas

Comentar

Tomate contra a enxaqueca

Data de Publicação: 30 / mar / 2015

Categoria: Pesquisa

Tags: , ,

Compartilhar:

tomate_medicina_chinesa

Desde adolescente, sofro com terríveis dores de cabeça. Já tentei de tudo: quarto escuro, batata na cabeça e medicamentos potentes que me deixam grogue. Descobri uma nova possibilidade: o tomate, mais precisamente o gel encontrado nas sementes de tomate. A solução não é tão nova assim, foi descoberta na Inglaterra em 2009, mas encontrei recentemente, lendo alguns artigos sobre o ingrediente que melhora a circulação sanguínea, funciona como anticoagulante e tem efeito semelhante ao da aspirina, sem os problemas colaterais.

Por Tatiana Csordas

Leia mais sobre o assunto no blog da  Superinteressante.

Confira também este artigo do britânico The Telegraph.

E conheça o Licopeno Stem, um antioxidante presente no tomate.

Comentar

Alerta às mamães

Data de Publicação: 13 / fev / 2015

Categoria: Alimentação

Tags: , ,

Compartilhar:

gravidezchocolate

Não basta cuidar da alimentação do seu pequeno, se você chutar o balde na gravidez. Eu evito que minha filha coma doces, mas quando estava grávida não resistia a um chocolate, a um sorvete… Resultado: ela ama guloseimas, por mais que eu evite oferecer a ela. E a culpa pode ser minha. E você, consegue se controlar na gestação?

Uma exposição do Museu da Ciência da Inglaterra, voltada para adolescentes, aborda a gula e os vícios e explica: “Nossos apetites são parcialmente formados no útero.Os bebês nascem pré-programados para determinados gostos e sabores em consequência do que suas mães comeram (ou desejaram) na gravidez”. Que perigo! Resta saber se a gente consegue se segurar nove meses para criar filhos mais saudáveis e menos compulsivos.

Achou interessante e quer saber mais? Leia a íntegra da matéria no periódico britânico Independent.

Tatiana Csordas

Comentar

O sol e os alimentos

Data de Publicação: 20 / jan / 2015

Categoria: Verão

Tags: , ,

Compartilhar:

BemEstar2

O Programa Bem Estar, da Rede Globo, mostrou quais são os alimentos que ajudam a conquistar um bronzeado saudável, ricos em betacaroteno, os que têm ação antioxidante, e protegem a pele, e os que podem queimar a pele, como o limão.

Assista a íntegra da matéria do Programa Bem Estar.

E  leia também sobre os suplementos que ajudam no bronzeado, como o Betacaroteno Stem.

e o Goji Berry Stem e sua ação antioxidante.

Comentar

Uma dieta sob medida para você

Data de Publicação: 15 / jan / 2015

Categoria: Teste

Tags: , ,

Compartilhar:

sobmedida

Se verão é tempo de melhorar a alimentação, que tal descobrir qual é a dieta mais adequada para seu perfil. Uma série da BBC, do Reino Unido, que investiga a ciência por traz das dietas, identificou que para perder peso não dá para seguir a moda, mas é preciso fazer uma ação personalizada.

Baseado nesse princípio, a Universidade de Cambridge desenvolveu planos de perda de peso sob medida para 75 voluntários. Primeiro, eles participaram de uma seleção para estabelecer níveis hormonais e constituição genética de cada um e identificaram três tipos de comilões. Os comedores emocionais são aquelas pessoas que comem por razões psicológicas e se voltam para o junk food. Para esses tipos, a indicação é de dietas com baixo teor de gordura. Já os festeiros, que são os estimulados pelos hábitos sociais, produzem menos um hormônio intestinal, o GLP-1, que avisa o cérebro quando o estômago está cheio. Nesses casos, recomendam-se alimentos de baixo índice glicêmico e ricos em proteínas. O terceiro tipo são os comedores constantes, que são os que sentem fome a maior parte do tempo. Para  esses, vale dietas como a mediterrânea, com comidas mais saudáveis e sem limitação de calorias durante cinco dias, intercaladas com dois dias de um regime mais restritivo.

Quer descobrir o seu tipo? Faça o teste disponível no site do periódico britânico Daily Mail (em inglês) e não deixe de consultar seu médico ou nutricionista.

Comentar

Next Page »

Contato

© 2010 Cápsula Blog

Todos os direitos reservados